As duas frentes de obras serão iniciadas ainda no primeiro trimestre de 2019

A Prefeitura de Campo Grande planeja iniciar, ainda no primeiro trimestre de 2019, mais duas frentes de drenagem, pavimentação e recapeamento na saída para Cuiabá, beneficiando a população do  Jardim Anache e de conjuntos habitacionais  como José Tavares, Oscar Salazar, situados no Bairro Nova Lima,  região que concentra mais de 40 mil moradores.

O prefeito Marquinhos Trad homologou as duas licitações, vencidas pela Equipe Engenharia. Os processos licitatórios serão encaminhados para Caixa Econômica Federal  que depois de avaliação dos seus técnicos vai autorizar a emissão da ordem de serviço.

A disputa nos dois certames garantiu redução de 6,3% no orçamento inicial das duas obras ( R$ 33,8 milhões), gerando uma economia de R$ 5,4 milhões. Com recursos de um financiamento do PAC Pavimentação e contrapartida do Município, em parceria com o Governo do Estado, serão investidos R$ 28,5 milhões. Recurso para asfaltar  25 quilômetros de ruas  e recuperar 8 quilômetros de pavimento (com microrrevestimento e recapeamento), além da construção de calçadas e sinalização.

Já está em fase final de preparação e será lançada uma quarta concorrência pública, para  contratar a empreiteira que vai asfaltar o Nova Lima etapa B, investimento estimado em aproximadamente R$ 26,8 milhões, cobrindo um perímetro de 20 quilômetros entre as ruas Marques de Herval, Zulmira Borba e Jerônimo de Albuquerque, parte mais alta do bairro.

Nesta mesma região, já estão sendo investidos R$ 24 milhões no Nova Lima (etapa A), abrangendo 20 quilômetros de pavimentação e recapeamento. Mais de 70% do serviço já está pronto e na próxima semana deve ser iniciada a intervenção na Avenida Zulmira Borba, que será recapeada e duplicada, nesta fase, entre as ruas Cônsul Assaf Trad e Jerônimo de Albuquerque.

Complexo José Tavares

No chamado Complexo José Tavares, a disputa na licitação reduziu em R$ 3,5 milhões o orçamento, de R$ 21.625.676,73 para R$ 18.146.238,82. O projeto prevê implantação de 4,3 km de drenagem, 14,12 quilômetros de pavimentação, 3,6 km de recapeamento, abrangendo ruas como o trecho final da Avenida Zulmira Borba (que no trecho entre a Avenida Cônsul Assaf Trad e  a Jerônimo de Albuquerque será duplicada, dentro do projeto Nova Lima etapa A). Também será refeito o asfalto da Rosa Maria Lopes e da Santo Augusto.

Além do Residencial José Tavares do Couto, que dá nome ao complexo, receberão infraestrutura os conjuntos habitacionais Oscar Salazar, Silvestre I, II e III, Tarsila do Amaral, Vida Nova 2, José Prates, Coriolando da Silva Correa (I e II) e  Parque Iguatemi,  Tarsila do Amaral, Vida Nova II, José Prates, Coriolando da Silva Correa I e II e Parque Iguatemi.

Jardim Anache

O  preço de referência do projeto de pavimentação e drenagem do   Jardim Anache caiu 16,1%, de R$ 12.270.553,12 para R$ 10.306.572,31. Está programada a implantação de 2,5 quilômetros de drenagem;  11 quilômetros de pavimentação, 4,6 km  de recapeamento, além de calçadas. Entre as vias que terão o pavimento refeito está a  Rua Lino Villacha,  principal acesso ao Hospital São Julião para quem chega pela Avenida Cônsul Assaf Trad. Também  serão recapeadas ruas como a Francisco Pereira Coutinho, Farid Jorge, Hanna Anache e Elias Chacha, que receberá  drenagem num trecho de 300 metros, para escoamento das águas pluviais no Córrego Botas.

A Rua Francisco Pereira, que começa no Anache e se estende até o  prolongamento da Rua Marques de Herval (o corredor do Nova Lima), atravessa vários conjuntos habitacionais  da região. A via  será asfaltada no trecho ainda não pavimentado, após a Avenida Zulmira Borba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here