Policiais Militares Ambientais de Cassilândia foram acionados pela Polícia Militar daquela cidade, para proceder aos autos de infração administrativo (multa) ontem (8), em razão da detenção de dois jovens de 21 e 23 anos, denunciados por armazenamento e comércio de combustível (produto perigoso), expondo a perigo o ambiente, as pessoas que compravam o produto e os vizinhos.

A Polícia Militar local havia encontrado em um lava-jato, depois de denúncias, 400 litros de combustíveis armazenados em vários tambores e tambores vazios com resíduos do produto perigoso, além de uma bomba periférica móvel com mangueira, que era utilizada para abastecer veículos, indicando que realmente havia também comércio do produto sem autorização ambiental. O combustível e a bomba foram apreendidos.

Os autuados, residentes em Cassilândia, foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil da cidade, juntamente os materiais apreendidos pela Polícia Militar. Os infratores responderão por crime ambiental de armazenamento e comércio de substância perigosa sem a licença ambiental. A pena é de um a quatro anos de reclusão. A PMA confeccionou um auto de infração e arbitrou multa de R$ 1.000,00 contra cada autuado. Com informações da Assessoria de Comunicação da PMA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here