Com a utilização de 2.800 metros cúbicos de massa asfáltica, a Prefeitura de Campo Grande concluiu na segunda-feira (12) o recapeamento dos primeiros 600 metros da pista centro/bairro da Avenida Euler de Azevedo. Não foi preciso interditar o trânsito no trecho (que começa 100 metros acima da rotatória) porque pela manhã  o serviço foi feito em metade da pista e a tarde, na outra metade.  Se o tempo ajudar, a empreiteira conclui até sexta-feira a etapa até a rotatória com a Avenida Presidente Vargas.

Para  Amarilo Vitilino, funcionário de uma distribuidora de material de construção, o recapeamento  é um serviço que garante boas condições de tráfego. “Muito melhor que o tapa-buraco, que é uma solução provisória para manutenção do asfalto”.

O microempresário Magno da Silva, dono de oficina mecânica na Rua General Bertoldo Klinger (paralela a Euler),  diz que a recuperação do asfalto na avenida complementa  a  infraestrutura do bairro ( o Nossa Senhora AuxiliadoraI), onde o asfalto chegou ano passado, como parte das obras do Complexo Altos do São Francisco.

Nesta etapa, o recapeamento da  Euler de Azevedo abrangerá uma extensão de 2,6 km , entre as rotatórias das avenidas Presidente Vargas e Ernesto Geisel. Ano passado, foi feito um primeiro trecho da pista bairro/centro até a rotatória com a Avenida Tamandaré.

Antes de iniciar a aplicação da massa asfaltica, foi retirado,  com máquina de fresagem,  o pavimento mais comprometido, sobretudo, nos locais onde  foi feito  remendo profundo (com reconstrução da base) .

Nesta região da cidade serão investidos R$ 5,4 milhões (recursos do PAC Pavimentação) para  executar  quase 11 quilômetros de recapeamento.  A Rua Fernando Noronha, via de 3,7 km – ligação das avenidas Presidente Vargas e Tamandaré –  está com asfalto novo. O mesmo tratamento será dado em 4,6 km da Tamandaré, que terá o pavimento refeito  entre a Avenida Júlio de Castilho e  Rua Teodoro Roosevelt.  A obra complementa o recapeamento executado na Tamandaré até a UCDB.

O planejamento da Prefeitura para os próximos seis meses prevê a execução de pelo menos mais de 30 km de recapeamento. A programação abrange corredores do transporte coletivo como a Avenida Bandeirantes e a Rua Bahia; vias como a Zulmira  Borba (que será duplicada); Jerônimo de Albuquerque, no Nova Lima; Francisco Pereira Coutinho; Silvério Faustino e Santo Augusto, na mesma região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here