Os secretários de Estado Eduardo Riedel e Jaime Verruck, de Governo e Gestão Estratégica, e de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, entregaram aos deputados estaduais nesta terça-feira (4.12) mais quatro projetos de lei do Poder Executivo. São eles:

  • Reabertura e prorrogação do prazo para empresas aderirem ao Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso do Sul (Fadefe);
  • Prorrogação do programa Morar Legal por mais um ano, até 31 de dezembro de 2019;
  • Proposta da Agepan para transformar as portarias que definem as taxas de fiscalização em lei. A proposta não altera nenhum valor, mas confere mais segurança jurídica;
  • Projeto da Agepan que amplia o conceito de atribuições do órgão para permitir a fiscalização do cumprimento da legislação de tratamento dos resíduos sólidos.

Além dessas propostas, tramitam na Assembleia Legislativa outras três: o PL 206/20-18, do Refis de ICMS, o PLC 8/2018, que institui o Regime de Previdência Complementar e o PL 207/2018, que reduz o ICMS das empresas que negociam farelo de soja em operações interestaduais.

Participaram da reunião o secretário-adjunto da Fazenda, Clóvis da Silva; o diretor-presidente da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul (Agepan), Youssif Domingos; o presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi; e os deputados estaduais Onevan de Matos, Amarildo Cruz, Professor Rinaldo, Barbosinha, Enelvo Felini, Paulo Corrêa, Mara Caseiro, João Grandão, Pedro Kemp, Ze Teixeira, Maurício Picarelli, Herculano Borges, Beto Pereira, Eduardo Rocha, Marcio Fernandes e Cabo Almi.

Paulo Fernandes

Fotos: Chico Ribeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here