Agentes da Polícia Federal saíram às ruas nesta quarta-feira (5), a fim de cumprir mandados judiciais da 57ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta manhã.

De acordo com o G1, um dos alvos é Omar Emir Chaves Neto, nome ligado a Konstantinos Kotronakis, ex-cônsul honorário da Grécia que chegou a ser impedido pelo então juiz Sérgio Moro de deixar o Brasil por suspeita de pagar propina a Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras.

Os agentes foram ao apartamento de Chaves Neto e apreenderam um computador, um HD externo e um aparelho de telefone celular.

Os policiais permaneceram cerca de uma hora no apartamento de Chaves Neto, que é diretor de uma empresa de transporte marítimo. Eles apreenderam um computador, um HD externo e um celular.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here