Em menos de 8 horas, Ponta Porã, cidade brasileira que faz fronteira com Pedro Juan Caballero-Paraguai, teve dois crimes por assassinato.

O segundo crime nessa quarta-feira, dia 5, vitimou o tatuador Nico que tinha seus estabelecimento comercial na Rua Marechal Floriano esquina com a Baltazar Saldanha. Nico foi morto a tiros na frente do seu comércio. A polícia esteve no local para os procedimentos de praxe.

O primeiro crime aconteceu no início da tarde onde o empresário Vanderlei Almeida, de 46 anos, foi executado em frente de casa, na rua Antônia Capile, no bairro Jardim Universitário.

Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital da cidade.

Segundo o site Pontaporainforma, Vanderlei era proprietário de caminhões e de uma empresa de ônibus em Ponta Porã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here