O prefeito Marcos Trad (PSD) esteve nessa terça-feira (4), na Câmara Municipal para entregar o projeto do Plano Diretor de Campo Grande e apresentar os vetos feitos no documento. No total foram 34 vetos totais e sete parciais, das 156 emendas que constam no documento.

Trad não quis detalhar ou justificar os vetos e disse que vai aguardar o retorno dos parlamentares que tem até 30 dias para analisar e corrigir os itens que foram vetados. No entanto, o chefe do Executivo acredita que o processo será agilizado em função do LOA 2019 que também deve ser sancionado ainda este ano.

“Trabalhamos com muito afinco sobre este plano que foi amplamente discutido e alterado, no entanto, as correções são mais de ordem técnica, por exemplo, erros na digitalização ou então emendas que já estão previstas em outros diplomas legais. Foi um trabalho feito com muita dedicação e esperamos que seja concluído ainda este ano”, observa.

O presidente da Câmara Municipal, João Rocha (PSDB) destacou que após a reunião com o prefeito, ele já acionou uma reunião preliminar com a equipe técnica da casa de leis, a fim de agilizarem o que precisa ser alterado.

“Nosso objetivo é votar o Plano Diretor final e o LOA até dia 20 de dezembro, visto que temos cinco sessões antes do recesso parlamentar. Mas quero deixar claro que faremos com tranquilidade e analisando cada veto”, conclui. Com informações do Correio do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here