O personal trainer E.R., de 24 anos, foi detido na manhã deste sábado (9) por crime de tentativa de assassinato, na cidade de Juara (a 690 km de Cuiabá).  A esposa dele, R.P, de 28 anos, foi agredida e mantida refém por quase 90 minutos. O suspeito ainda disparou contra a Polícia Militar. Uma pistola 380 foi apreendida.

De acordo com o histórico da ocorrência policial, a equipe de militares recebeu a comunicação de que uma mulher era agredida no meio da rua por seu companheiro.  A equipe da Polícia Militar foi ao local, mas não encontrou a vitima na rua. Na sequência, os militares se deslocaram até a residência do casal e solicitaram que E. deixasse a casa.

Sem obedecer a determinação, o personal teria efetuado disparos contra a equipe, que revidou. Pouco depois, reforço foi acionado e os policiais começaram a negociação para que o rapaz se entregasse. Ele mantinha a sua esposa como refém no interior da casa.

Ainda conforme o boletim de ocorrências, por mais de uma hora, a equipe negociou a liberação da mulher. O rapaz acabou se entregando. Ele apresentava ferimentos nos pés já que havia quebrado uma porta.

Assustada, a esposa deixou o local apresentando ferimentos no pescoço (provenientes de um golpe conhecido como mata-leão), além de várias mordidas. Ela também possuía ferimentos nas pernas e braços em razão de ter sido arrastada em meio aos estilhaços da porta de vidro que o marido havia destruído com chutes. A arma empregada para efetuar disparos, uma pistola, foi apreendida. Com informações do Olhar Direto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here