O Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu na última quarta-feira a extração, industrialização, comercialização e distribuição de todos os tipos de amianto no país. Com isso, encerra-se um longo debate jurídico sobre o material, comum em telhados do Brasil e cujos fragmentos podem liberar no ambiente elementos cancerígenos, facilmente inaláveis.

Através da Câmara Municipal de Campo Grande, o líder da bancada do PSB, Veterinário Francisco Gonçalves de Carvalho, requereu à Mesa da Casa que seja oficiada à Direção da Concessionária Águas Guariroba, solicitando que envie à Casa de Lei o relatório técnico sobre a situação que se encontra a rede de abastecimento na cidade, no que tange a extensão que ainda contém a substância amianto crisotila e qual a programação para a sua substituição.

Veterinário Francisco argumentou em sua justificativa que se faz necessário o requerimento com o pedido do relatório acima citado, para fins de controle, avaliação e acompanhamento das atividades demandadas pela comunidade junto a este gabinete.

O Parlamentar do Partido Socialista Brasileiro destacou que o Supremo Tribunal Federal se manifestou recentemente proibindo em todo o país o uso do amianto crisotila, pois uma vez inalada ou ingerida a substância, nunca mais será eliminada do organismo, podendo causar câncer de pulmão, de laringe, do trato digestivo e do ovário, conforme estudos realizados pelo INCA (Instituto Nacional de Câncer).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here