Em fiscalização ambiental no lago da usina Sérgio Motta, no rio Paraná, Policiais Militares Ambientais de do Grupamento de Porto Primavera, em Anaurilândia, que trabalham na operação Semana Santa, apreenderam ontem e na madrugada e manhã de hoje (11), 12 redes de pesca (petrecho proibido) armadas no rio, medindo 1.200 metros. Os petrechos ilegais estavam armados a menos de 1.000 metros da barragem, que é local proibido à pesca, mesmo com petrechos permitidos, no município de Anaurilândia. Os infratores que armaram os petrechos não foram encontrados e nem identificados.

Durante a retirada dos petrechos ilegais realizada pelos Policiais, foram soltos mais 30 kg de pescado que estavam vivos e presos às redes. Os infratores proprietários das redes não foram identificados.

A manutenção da fiscalização e retirada desses petrechos precisam ser constantes, tendo em vista, a grande capacidade de captura e ocasionamento de mortes dos peixes, devido ao grande poder de captura deste tipo de petrecho ilegal. A retirada desta quantidade de redes dos rios impede a degradação dos cardumes. Com informações da Agência de Comunicação da PMA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here