Em novembro de 2017 dois meninos morreram afogados numa represa de contenção de água pluvial localizada no final da avenida Mato Grosso do Sul.

 

Passados quase dois anos o mesmo comportamento perigoso – que coloca a vida de crianças em risco – pode ser observado no bairro Esperança. Moradores vem alertando para o perigo de um buraco cavado pela prefeitura que está cheio de água, lixo e ajudando na procriação de mosquitos. Esta escavação criou uma “espécie de piscina” cuja profundidade chega apenas na canela de uma pessoa adulta. Na estação de chuvas o volume de água aumenta e “prevenir” é a melhor solução para evitar novas tragédias.

FECHAMENTO DO BURACO – O alerta vem sendo feito por moradores das imediações  – na rua F –  com a P-12. Um deles vem acompanhando o movimento das crianças e pediu uma ação positiva dos responsáveis pelo local. O fechamento do buraco seria o começo de uma solução porque crianças em locais como este podem estar expostas a vários perigos. Esta região é povoada por cascavéis enormes que fariam um “estrago” numa destas crianças

LIXO – Outo fato que chama a atenção é acúmulo de lixo perceptível na foto.  Estes descartes  estão ligados a presença de humanos nas  cidades e zona rural. Infelizmente onde tem pessoas tem lixo que algumas não se importam e jogar no meio ambiente e habitarem o mesmo local. Uma foto produzida na tarde de hoje mostra que vários focos de descarte podem ser localizados na Avenida Mato Grosso  do Sul. Vergonhoso para uma cidade que se orgulha de ser o “carro chefe” em vários setores de empreendedorismo e serviços na economia regional e estadual.

TRAGÉDIA – Na noite de 12 de novembro de 2017 uma criança morreu afogada na  represa de contenção de água pluvial localizada no final da avenida Mato Grosso do Sul. O corpo do segundo que mergulhou para tentar ajudar foi resgatado por militares do Corpo dos Bombeiros.  As mortes dos meninos causaram grande comoção na cidade e mobilizou também as polícias Militar e Civil.  Segundo fontes policiais outras crianças brincavam no local. Com informação do ChapadenseNews.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here