Uma advogada de 42 anos morreu assassinada pelo marido após uma discussão em um condomínio na Rua Dante Luiz Junior, no bairro Capão Raso, em Curitiba. O corpo de Angelina Guerreiro foi encontrado na manhã desta segunda-feira (22). O suspeito de cometer o crime, Nilson Aparecido Rodrigues, fugiu com o carro do filho, não sendo localizado até o momento.

O autor do crime ameaçava constantemente a esposa, de acordo com vizinhos. “Todo mundo sabe que o Nilson a ameaçava, mas ela pedia para ninguém fazer nada. O próprio filho pedia para ele não fazer isso e agora a matou. Faz muito tempo que isso acontecia. Os dois brigavam todo dia”, disse à Banda B uma vizinha de apartamento.

De acordo com a vizinha, o filho do casal estava viajando e não presenciou o crime. O socorrista Biel, do Siate do Corpo de Bombeiros, prestou atendimento à vítima e disse que foram três facadas contra ela. “Quando chegamos a vítima já estava morta com três ferimentos de faca em tórax e dorso. O marido dela teria sido o autor, de acordo com o que vizinhos informaram à Polícia Militar (PM)”, descreveu à Banda B.

A PM confirmou à Banda B que há um mandado de prisão em aberto contra Nilson. “O suspeito fugiu após o crime e de fato existe este mandado”, descreveu o tenente Jhony Young, que confirmou uma faca de cozinha como a arma para o assassinato. “O que percebe-se é que no apartamento não há sinais de uma grande confusão e a faca estava lá”, destacou.

O corpo da mulher foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba. A Delegacia da Mulher investiga o caso. O carro que Nilson usou pra a fuga foi abandonado na Cidade Industrial de Curitiba

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here