Dagoberto é eleito vice-líder do PDT na Câmara

0
104

O deputado federal, Dagoberto Nogueira (PDT-MS), foi eleito na quinta-feira (11), durante reunião da bancada em Brasília, como vice-líder do partido na Câmara dos Deputados. Diante da sua trajetória, com um posicionamento que leva a ideologia do partido para todas as frentes de votação na Câmara, Dagoberto se tornou um dos nomes que tem grande representatividade na casa.

Dagoberto se manteve em favor dos trabalhadores, durante a reforma trabalhista no último mandato e neste ano após ser reeleito, levantou a bandeira do PDT e disse não a Reforma da Previdência. “Uma reforma injusta que a Câmara aprovou. Não somos contra a reforma, mas contra esta que aprovaram, que deixa o professor, policial, idoso, mulheres e pensionistas desamparados”, destacou.

Uma das suas bandeiras, a Educação tem sido defendida pelo parlamentar no congresso, nesta última semana esteve com representantes do Sindicato dos Professores de Campo Grande (ACP-CGR) comentando sobre os destaques que o PDT irá defender para salvar a categoria na reforma. “Mesmo com a reforma aprovada como foi, temos uma chance de reverter a situação pelo menos na Educação. O PDT vai apresentar um destaque, que amortiza a questão salarial e a idade para professores se aposentarem, essa sem dúvida é um dos principais destaques a serem defendidos neste segundo momento da Reforma da Previdência”.

Educação é pauta da reforma nesta sexta-feira, texto base teve três destaques aprovados até agora

Nesta sexta-feira (12) deve entrar para votação os destaques defendidos pelo PDT referentes a educação. Na noite de ontem (11), foram aprovados rês alterações ao texto-base, flexibilizando aposentadorias de mulheres, policiais e tempo de contribuição de homens.

Destaques são dispositivos de alterações a pontos do texto e que não entraram no relatório. Dentre os temas votados estiveram as regras mais brandas a policiais, nova regra de cálculo para mulheres e e em pensões por morte.

Para que um destaque seja aprovado, é necessário que ele atinja o mesmo número de votos mínimos para a aprovação do texto-base: 308 dos 531 deputados.

Líder:

ANDRÉ FIGUEIREDO

Vice-Líderes:

AFONSO MOTTA 1º Vice

DAGOBERTO NOGUEIRA

PAULO RAMOS

GUSTAVO FRUET

LEÔNIDAS CRISTINO

IDILVAN ALENCAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here