Entre abril e junho deste ano, sob a gestão do Instituto Acqua, o Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã, triplicou o número de cirurgias eletivas em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto em 2018 a unidade realizou 87 procedimentos eletivos, nesse ano foram 260 cirurgias, aumento de 198% no número de intervenções cirúrgicas. Já os atendimentos ambulatoriais mais que dobraram e totalizaram 60 mil.

A unidade também obteve  destaque ao registrar 2.145 internações nas Clínicas Médica, Ortopédica, Cirúrgica, Obstétrica, Pediátrica e UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Adulto. Em um comparativo realizado com o mesmo período de 2018 houve aumento de aproximadamente 50%

Além das cirurgias eletivas, o Hospital Regional registrou 253 cirurgias de médio e pequeno porte de urgência e emergência. Já as eletivas foram das especialidades ginecológicas, urológicas, hérnia e vesícula.

A unidade é gerenciada desde 29 de março pelo Instituto Acqua, junto à Secretaria de Estado da Saúde (SES). Com mudanças na administração do hospital foi possível obter ampliação dos atendimentos e oferta de exames.

O diretor-geral da unidade, Demetrius do Lago Pareja, ressalta que a unidade conseguiu atingir as principais metas, por meio do investimento em equipamentos e capacitações. “Nós tivemos a grata satisfação de logo nos primeiros 100 dias, sob a gestão do Instituto Acqua, colocarmos a unidade em pleno funcionamento. Conseguimos atingir as principais metas de internação, procedimentos ambulatoriais, cirurgias de modo geral e eletivas, até excedemos as nossas metas. Isso demonstra que a gestão é bastante eficiente e efetiva”, conclui.

Para o diretor-presidente do Instituto Acqua, Samir Siviero, a evolução do trabalho integra a política de gestão da instituição proposta ao Governo. “Podemos dizer que estamos disponibilizando todo o potencial que a unidade tem a oferecer para população. Se mantivermos esse quantitativo nós poderemos melhorar ainda mais a qualidade e otimizar nossos serviços. É o compromisso que assumimos com o Governo e vamos tornar o Hospital de Ponta Porã cada vez mais um espaço de acolhimento e excelência”, afirma.

Dentre as ações que também tiveram destaque com a nova gestão, estão a reabilitação das salas cirúrgicas, leitos de UTI, aquisição de equipamentos e ampliação da oferta de exames, o que possibilitou a melhoria na assistência à população com rapidez e eficácia.

Jéssica Ferreira Cabanas, 19 anos, ficou internada na UTI e se recuperou de três paradas cardiorrespiratórias. Ela se emocionou ao contar os dias que passou internada e o quanto a equipe foi importante na sua recuperação. “Voltei à vida. Parei de respirar três vezes e os profissionais agiram de maneira rápida, eficaz e me proporcionaram viver de novo. Só tenho que agradecer por todo cuidado e carinho da equipe de enfermeiros, técnicos e médicos que contribuíram para minha completa recuperação”, contou.

Estrutura – O hospital atende mais de 200 mil habitantes dos oito municípios da região sul do Estado. A unidade conta com 10 leitos de UTI e 107 leitos de internação: 29 destinados a Clínica Cirúrgica e Ortopédica, 20 para a maternidade, 16 leitos na Clínica Pediátrica e 32 na Clínica Médica. Em média, 130 pacientes passam diariamente pelo Pronto Socorro, que oferece atendimento de baixa e média complexidade em regime de livre demanda ou referenciada.

Camila Kaveski

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here