Uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação, e o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), fomentou a realização de um sonho de uma comunidade escolar no Bairro Mata do Jacinto. A Escola Municipal Virgílio Alves Campos participou da campanha de “Agasalho do Tribunal de Justiça”, venceu o concurso de arrecadação de agasalhos, juntando 10.426 peças e, com isso, a construção de uma quadra esportiva para os alunos.

KLQ_4780A gincana contou com a participação de 10 escolas municipais, tendo como finalidade arrecadar o maior número de agasalhos possíveis. Com a vitória, a escola terá sua quadra construída por intermédio do projeto “Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade”, que utiliza a mão de obra e parte do dinheiro dos próprios presos, que destinam 10% de seus salários para um fundo específico para esse fim.

A unidade escolar Virgílio  Alves é a única municipal que ainda não conta com uma quadra para os alunos. Na Escola estudam cerca de 670 alunos, a partir de quatro anos de idade.

A Escola Municipal Geraldo Castelo, que ficou em segundo lugar na arrecadação, fez sua campanha aliada a gincana solidária com as festividades juninas, intitulada como o dia “D de doar”, que aconteceu na festa junina do dia 29 de junho, na unidade.

A Secretária Adjunta de Educação, Soraia Campos, ressaltou o empenho de toda a escola e ressaltou a importância que o espaço tem para a educação dos alunos.

“Achei magnifico o projeto voltado para comunidades e o empenho da escola. Todos se envolveram. Isso era um desejo antigo da comunidade. A quadra influencia na educação dos estudantes, que precisam de um espaço adequado para lazer, para a educação física, eventos e projetos oferecidos pela Semed. Vai melhorar ainda mais”, avaliou

Eliane Alves de Resende, diretora da escola Virgílio, falou do beneficio que uma quadra esportiva pode proporcionar para toda a comunidade.

“A expectativa é muito grande, um sonho a ser concretizado. Nossa escola, eu acredito que seja a única da Rede que não tem quadra e é uma realização e um sonho que há mais de 40 anos espera pela construção da quadra. Muitas instituições localizada na comunidade nos ajudaram”, contou.

Celia Márcia de Arruda Leandro, que cumpre a função da área social do TJMS, comentou o que esse tipo de ação proporcionou para a comunidade escolar. “Essa ação contribui porque a comunidade se uniu. Eles trabalharam bastante, receberam incentivo e com tanta vontade que eles tinham de ter uma quadra, unindo todos, professores, familiares, foi uma confraternização. Todos na escola ficaram mais amigos devido a campanha. Isso traz uma afetividade maior entre escola, alunos e as famílias”, avaliou.

O segundo lugar ficou para a E.M. Geraldo Castelo, com 9.873 peças. De acordo com a divulgação do próprio TJMS, este ano a campanha bateu todos os recordes de arrecadação com as escolas envolvidas.

Concorreram as Escolas Municipais Prof. Virgílio Alves de Campos, Geraldo Castelo, Arlindo Lima, Profª Danda Nunes, Gonçalina Faustina de Oliveira, Bernardo Franco Baís, Prof. Vanderlei Rosa de Oliveira, Fauze Scaff Gattass Filho, Prof. Wilson Taveira Rosalino e Elpídio Reis, que juntas reuniram mais de 35 mil agasalhos.

As peças arrecadadas pelas escolas municipais da Rede Municipal de Ensino foram doadas para as comunidades Dom Antônio Barbosa, Centro de Triagem do Imigrante – Cetremi e as comunidades Noroeste, Columbia e Anache.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here