O Jardim Vida Nova recebe a 12ª edição do Arte no Meu Bairro, um projeto realizado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), por meio de convênio do Ministério da Cidadania, do Governo Federal. O evento começa às 17h na Rua Santo Augusto, esquina com a Rua Leila Diniz.

72715545_952903955085587_8204160655243083776_oO pagode e o sertanejo marcam presença na festa com show das duplas Rodrigo e Thayane, Alison e Adonis, e grupo Só por Elas.

Rodrigo e Thayane inauguram a estrutura de palco com um repertório que caminha entre o romântico e as baladas dançantes. Com mais de nove anos de carreira a dupla encanta a população do Vida Nova com repertório autoral composto por faixas como “Nem a Pau Juvenal”, e “Aquela Aliança”.

Depois do intervalo com direito à animação de Edi Micoreli, o evento segue com a apresentação de Alison e Adonis. Os músicos são primos, tocam juntos desde 2004 e hoje, após 15 anos da dupla, sobem pela primeira vez no palco do Arte no Meu Bairro.

“Gostamos de fazer um show mesclado.  A gente toca um pouco de universitário, um pouco de música raíz. Essa mescla acontece porque eu e o Adonis viemos de mundos diferentes, eu sempre fui mais do pagode e ele pendia para o pop rock e MPB. Estamos muito contentes em poder participar dessa festa e garantimos que a noite vai ser boa”, pontua Alison.

De acordo com o vocalista do Só Por Elas, Calilo, o grupo vai encerrar a festa com chave de ouro! “Nós vamos do samba, passando pelo pagode, axé e pelo pagofunk, em composições autorais e de artistas renomados como Zeca Pagodinho, Dudu Nobre e Jorge Aragão”, discorre ele.

sóporelasSobre o Arte no Meu Bairro –  O evento é decorrente do Convênio SICONV nº 85.3266/2017 – Ministério da Cidadania, regido pelo Decreto nº 6.170/2007 e pelo art. 8º da Portaria Interministerial nº 424/2016, em atenção à solicitação da Sectur e em conformidade com a Lei nº 8.666/93 e demais especificações e exigências previstas no edital.

O “Arte no Meu Bairro – Palco Itinerante” credencia dezenas de artistas locais, nas modalidades “show de abertura” e “show principal”, por intermédio da reabertura da Chamada Pública n. 001/2018, visando preencher o quantitativo de vagas remanescentes, necessárias para o desenvolvimento do Projeto. 1.1.1. O cachê disponível para músicos locais é de R$ 2 mil, e para músicos de renome regional, R$ 4 mil.

O projeto é composto de 24 eventos musicais, que se iniciavam em agosto de 2019 até março de 2020, nas seis regiões de Campo Grande e nos Distritos Indubrasil, Anhanduí e Rochedinho.

Aos músicos e artistas que tenham dúvidas a respeito da documentação necessária, a Sectur – Secretaria Municipal de Cultura e Turismo disponibiliza-se a auxiliar. A sede está localizada na Rua Usi Tomi, 567, Carandá Bosque.

Serviço – O evento acontece na Rua Santo Augusto, esquina com a Rua Leila Diniz, na bairro Jardim Vida Nova.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here