A cidade paraguaia de Capitan Bado na fronteira com Coronel Sapucaia  (MS), nos últimos dias se tornou um território sem lei com vários homicídios e sequestros de famílias brasileiras, onde a ação relampago se tornou uma forma  dos criminosos dominarem as vítimas e toarem proveito da situação o mais rápido possível.

Na tarde da última quarta feira (13), por exemplo,  foi vítima de ataque de pistoleiros o trabalhador rural identificado como o paraguaio, Pedro Porfírio Pereira Palácio (47),  vulgo “Polaco”, foi executado a tiros de pistola do calibre 9mm, quando se encontrava sentado em frente a uma residência no bairro Obrero da cidade de Capitan Bado; Dois pistoleiros foram os autores do crime.

Investigadores da Divisão de Homicídios e investigadores da Polícia Técnica, alertados sobre o caso, chegaram ao local e constataram a morte de Polaco.

Os investigadores desconhecem a motivação da execução. A vítima trabalhava em uma fazenda e aparentemente não tinha antecedentes criminais.

Sem produzir resultado positivo para tranquilizar a população, o que se ouve nas ruas é que a  polícia perdeu o controle da situação. Com informações do site Porã News,

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here