A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) confirmou, ao Só Notícias, que um corpo carbonizado estava no banco traseiro do Renault Clio prata, com placas de Sinop, que pegou fogo na estrada Monalisa, próximo a uma ponte.

O perito criminal Leandro Valendorf, que esteve no local, disse que não é possível informar se é homem ou mulher, nem se já estava morto quando o carro foi incendiado. No cadáver não foi possível identificar características de homicídio, porém, as chamas no carro foram proposital. O veículo foi deixado em posição de desova”, explicou.

Valendorf explicou ainda que um possível familiar já se apresentou para coleta de material para confronto de DNA. O resultado deve sair em um mês. Os policiais conseguiram o número de telefone da proprietária do veículo através da numeração da placa, porém, ela informou que vendeu o veículo, entretanto, não havia transferido a documentação.

O caso deve passar a ser apurado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico legal (IML).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here