A regionalização da saúde pública em Mato Grosso do Sul, que está sendo implementada pelo Governo do Estado, passa pelo Hospital de Caridade – Santa Casa – de Corumbá, onde estão sendo investidos R$ 11,9 milhões em obras de ampliação e adequações daquela unidade. Em maio próximo, a quarta cidade do Estado ganhará uma nova estrutura para atendimento de urgência e emergência.

Com recursos do Estado, a prefeitura de Corumbá executa a construção de um novo anexo ao atual hospital, fundado em 1904, que terá 3.661 metros quadrados, distribuídos entre salas de emergência, ambulatório, enfermaria, receptivo e setor de triagem.  O projeto inclui ainda reforma do hospital, com nova recepção geral e reestruturação do centro obstétrico e da enfermaria da maternidade e ativação de mais 30 leitos.

“A gente fica muito contente com o andamento das obras, nos permitindo entregar, já em maio deste ano, uma nova estrutura de saúde para os corumbaenses, totalmente equipada e moderna para fazer um bom atendimento à população, que não é só de Corumbá. Temos Ladário e os vizinhos bolivianos, portanto uma grande demanda, que exige investimentos e uma atenção maior do governo”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

Ele destacou a parceria com a prefeitura de Corumbá, gerando investimentos estruturantes para a cidade pantaneira, e explicou que o projeto da saúde é um compromisso que assumiu com a região. “Faz parte da reestruturação de saúde. Estamos construindo seis novos hospitais, alguns já entregues, outros em andamento, como este aqui. É uma obra importante para toda a região do Pantanal”, adiantou Reinaldo Azambuja.

Um grande parceiro

O novo complexo hospitalar mudará radicalmente o padrão de assistência médico-hospitalar em Corumbá. O município tem uma grande demanda de pacientes da região de fronteira e não contava com suporte clínico para oferecer qualidade de serviços. A população flutuante que depende dos serviços da Santa Casa – único hospital na região -, incluindo Ladário e as cidades fronteiriças da Bolívia, soma mais de 150 mil habitantes.

A estrutura está sendo edificada na esquina das ruas América e Sete de Setembro, em área do hospital, localizado no centro da cidade, englobando todas as especificações do projeto: salas de emergência e ambulatório, enfermaria, receptivo e triagem. Ao lado, funcionará a unidade com 30 leitos. “Temos que agradecer o governador, um grande parceiro de Corumbá, nos ajudando com o envio de recursos”, afirmou o prefeito Marcelo Iunes.

Pronto-Socorro em construção desafogará atendimento no Hospital de Caridade, que também recebe melhorias

Segundo o secretário municipal de Saúde, Rogério Leite, Corumbá passará a contar com uma estrutura hospitalar que nunca teve em seus 241 anos, graças ao compromisso e a determinação do governador Reinaldo Azambuja em investir na saúde pública da região. “São obras e equipamentos que vão possibilitar uma melhora extraordinária tanto na parte de condições de trabalho para os profissionais e em especial à população”, disse.

O projeto de engenharia do pronto-Socorro e anexos está praticamente concluído, com 70% da estrutura edificada, informou o secretário municipal de Infraestrutura, Ricardo Ametla. O engenheiro encarregado Márcio Ferreira Toledo explicou ao prefeito Marcelo Iunes, durante sua visita ao canteiro da obra, que a construção da base exibiu detonação do solo rochoso, contudo não houve atrasos e o serviço segue dentro do cronograma.

Sílvio de Andrade
Fotos: Edemir Rodrigues

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here