Com a necessidade de tomar novas medidas de prevenção após a notificação do primeiro caso positivo de COVID-19 (Coronavírus) em Três Lagoas, o prefeito Angelo Guerreiro alterou o decreto nº 46, de 17 de março de 2020 (quando foi criado o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao COVID), e publicou a resolução que institui a criação do Centro de Operações de Emergência Municipal (COEM) referente ao Coronavírus.

O Comitê, que antes tinha quatro membros em sua composição (todos do Poder Executivo Municipal), passa a contar com mais 12 componentes, representantes de outras entidades de Três Lagoas. Além disso, o Comitê torna-se um órgão autônomo consultor para as ações de formulação e proposição das medidas a serem tomadas pela Saúde Pública referente à pandemia. O Decreto também vai permitir que as reuniões possam ser feitas virtualmente.

O Comitê passa a ter um representante de cada entidade sendo: da diretoria de comunicação da Prefeitura, da Câmara Municipal, Ministério Público Estadual; Procuradoria do Ministério Público do Trabalho; Conselho Municipal de Saúde; da 2ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS); da Defensoria Pública; do Hospital Auxiliadora; do Hospital CASSEMS; do Sindicato do Comércio Varejista de Três Lagoas – SINDIVAREJO; da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas – ACITL e do Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Lagoas.

CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIA MUNICIPAL

No Diário Oficial desta sexta-feira (3), foi publicada a Resolução que institui a criação do COEM, uma central que irá auxiliar na definição de diretrizes municipais para vigilância, prevenção e controle do COVID-19, além de acompanhar e avaliar as ações da Secretaria Municipal de Saúde e Instituições envolvidas.

O COEM também atuará na implantação e atualização de cadastros de pessoal, materiais e equipamentos a serem utilizados em situação de emergência e auxílio nas unidades de saúde. Outras atribuições importantes do COEM estão na distribuição e controle de medicamentos, capacitação de equipe, atendimento e campanhas à população, criar canais de comunicação, entre outras.

Para o Centro de Operações, serão preparados profissionais das várias esferas da Secretaria Municipal de Saúde, além de representantes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Hospitais e SAMU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here