Para abrir o Junho Vermelho, que promove a conscientização sobre o ato de doar sangue, o Hemocentro Coordenador de Mato Grosso do Sul (Hemosul) convoca todos os heróis do dia a dia que ajudam a salvar vidas através da doação de sangue.

A mobilização da primeira semana do mês também contará com a presença dos voluntários da Liga do Bem que há cinco anos participam da campanha, e atuam como multiplicadores estimulando diversas pessoas a doarem sangue e fazerem cadastro no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).

Como medida de prevenção, além do revezamento de dois personagens por hora, este ano os uniformes dos heróis da ONG contarão com um acessório a mais: as máscaras de proteção. Para participar do Junho Vermelho e interagir com os personagens em segurança e sem aglomerações, é recomendado programar a doação no Hemosul Coordenador. A iniciativa com a presença da Liga do Bem começa nesta segunda (1.6) e vai até sábado (6.6). Os telefones para agendamento são os fixos (67) 3312-1516, (67) 3312-1529 ou pelo número de celular (67) 99298-6316. Para doar, é necessário ter em mãos documento oficial com foto, estar bem alimentado e bem de saúde, ter mais de 55 quilos, e ter idade entre 16 e 69 anos. Doadores que tenham entre 16 e 17 anos, precisam estar acompanhados do responsável legal.

O Hemosul fica na avenida Fernando Correa da Costa, 1304, no centro de Campo Grande. É importante que os voluntários compareçam às unidades usando máscaras de proteção.

Junho Vermelho

Além de promover a conscientização o Junho vermelho acontece justamente em uma época do ano em que as doações de sangue caem em todos os hemocentros do Brasil devido as baixas temperaturas do final do outono e início do inverno, que podem reduzir pela metade o número de doações.

Outro motivo da campanha é o dia 14 de junho, que se comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data foi definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em homenagem ao nascimento do imunologista austríaco Karl Landsteiner, responsável por descobrir os tipos sanguíneos.

As ações propostas no Junho Vermelho são extremamente importantes e valem para todos os meses do ano, pois uma bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas.

Mireli Obando

Fotos: Liga do Bem

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here