Coronel David lamenta morte de Cabo da PM

0
157

O deputado estadual Coronel David (Sem Partido) lamentou, durante a sessão desta quinta-feira (9), na Assembleia Legislativa, a morte, por suicídio, do policial militar Cabo Hudson Duarte.

O parlamentar aproveitou para ressaltar a importância da criação do Centro Biopsicossocial, que foi pedida por ele no ano passado. “Infelizmente ontem nós tivemos a perda da vida de um policial militar, o Cabo Hudson Duarte, que, por estar em uma situação de depressão, acabou se enforcando. Este é um assunto recorrente dentro da segurança pública por conta das intensas pressões que o servidor da segurança enfrenta em suas atividades profissionais”.
“E todos devem ter acompanhado, que ainda no ano passado nós fizemos uma indicação ao governo do Estado propondo a criação de um Centro Biopsicossocial para justamente dar esse tipo de atendimento a todos os servidores da segurança pública, de todos os órgãos que compõe a Sejusp, e ai eu fico muito feliz porque fizemos a sugestão desta ideia e discutimos no governo, com o Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, e também com o Governador  Reinaldo Azambuja além  do Secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica Eduardo Riedel. Fico feliz que a ideia foi integralmente acolhida, tanto que na semana passada já tinha tomado conhecimento que num prazo de 120 dias será instalado o referido Centro Biopsicossocial, que vai funcionar na antiga e
Escola Riachuelo, onde é a casa da saúde”, ressaltou David.
O Diretor do Centro Biopsicossocial já está escolhido, e será o Coronel da Polícia Militar, Enir Soares de Souza Junior, que é psicólogo. No local irá funcionar o atendimento de médicos, psiquiatras e assistentes sociais para que todos tenham o necessário suporte para enfrentar as pressões do dia a dia.
“Algo interessante já relatado pelo Secretário Antônio Carlos Videira é que o centro vai ser dotado de vans que darão atendimento a todos os servidores da segurança pública que estejam no interior do Estado e que precisem vir para a Capital para  tratamento”, destacou o parlamentar, acrescentando: “sem dúvida nenhuma, aquilo que já acontece em termos operacionais de atuação conjunta dos órgãos da segurança pública contra a criminalidade, nós vamos ter agora”.
Defensor da saúde dos profissionais da segurança pública, Coronel David  argumentou que o atendimento que se busca é o mais completo possível até o restabelecimento pleno do equilíbrio emocional para prevenir que atos extremos não mais aconteçam nos quadros da segurança pública.
“Deixo aqui registrado meu lamento pela morte de um amigo que eu tinha na polícia militar, mas ao mesmo tempo recompensado que pela nossa atuação parlamentar. Graças a Deus, agora nós vamos ter um local devidamente estruturado para atendimento psicológico aos servidores da segurança pública”, acentuou.
Ao finalizar, o parlamentar arguiu que somente agora tenha conseguido colocar esse antigo projeto em pleno funcionamento. “Tentávamos isso desde a época em que fui Comandante Geral da Polícia Militar, mas Deus é bondoso e fez com que nesse momento a gente conseguisse juntar pessoas que tem o mesmo interesse”, sem deixar de citar  Antônio Carlos Videira e Reinaldo Azambuja por terem entendido essa grande importância do centro para a saúde mental de todos.
Taynara Foglia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here