Foi publicado no início desta semana, o resultado final com propostas aprovadas no edital que tem como objetivo estimular a produção de materiais inovadores de divulgação técnico-científica de temas de impacto social relacionados aos projetos de pesquisa desenvolvidos nos programas de pós-graduação (PPGs) da UFMS.

Foram aprovadas dez propostas de oito PPGs abordando temas como construção de secador solar, prevenção do papilomavírus humano, acidentes com escorpiões, produção de frangos e suínos do tipo caipira, fisioterapia dermatofuncional, saneamento seguro, vertebrados do Lago do Amor, manejo do solo canavieiro e recursos pedagógicos para ensino de ciências e educação ambiental.

“Trata-se de um incentivo muito importante para os programas de pós-graduação, pois auxiliam os pesquisadores a ampliar a divulgação dos trabalhos e dar mais visibilidade junto à Capes e junto à sociedade. Acreditamos que isso também pode contribuir para que possamos atrair mais investimentos para as pesquisas desenvolvidas na Universidade”, ressalta o pesquisador do Instituto de Biociências e professor do PPG em Bioquímica e Biologia Molecular Malson Neilson de Lucena.

Segundo Lucena, a proposta aprovada contempla a produção de um guia sobre como entender e se prevenir de acidentes com escorpiões. “Pretendemos elaborar uma cartilha educacional para esclarecer e educar a população em relação a esses acidentes. Nosso público-alvo são os alunos da rede pública e privada, profissionais que atuam nos programas de saúde da família que poderão atuar como multiplicadores das informações contribuírem na redução desses acidentes e evitando a proliferação dos escorpiões”, explica.

“O Brasil é um dos países campeões do mundo em cirurgia plástica e a fisioterapia é muito importante no cuidado desses pacientes. Por isso, decidimos submeter uma proposta para a produção de um manual voltado aos fisioterapeutas que atuam na área dermato-funcional em atendimentos a pessoas que passam por essas cirurgias”, explica a professora Ana Beatriz Gomes de Souza Pegorare, do PPG em Ciências do Movimento. “A fisioterapia é muito importante tanto no pré como no pós-operatório, para redução da dor, do desconforto e do edema. É um suporte importante, mas que apresenta controvérsias sobre o que pode e o que não pode ser feito”, acrescenta.

A professora Ana Beatriz destaca que o manual conta também com a parceria da Associação Brasileira de Fisioterapia Dermatofuncional. “Vamos redigir esse manual em conjunto para que possa servir como orientação a todos os profissionais, garantindo maior segurança e boas práticas clínicas. Neste sentido, o apoio da UFMS, por meio deste edital, é muito importante”, diz Ana.

O PPG em Ciências do Movimento é oferecido pelo Instituto Integrado de Saúde. Para o coordenador do programa Silvio Assis Júnior o edital é de fundamental importância, pois permite a integração da ciência com o âmbito profissional, em termos de práticas baseadas em evidências. “Tem-se uma inserção social relevante, na medida em que possibilita instrumentar cientificamente profissionais de saúde que atuam na área de estética e dermatofuncional”, explica.

Sobre o edital – O edital foi fruto de um trabalho conjunto da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propp) e a Agência de Comunicação Social e Científica (Agecom) que viabilizou investimentos de até R$ 500 mil para produção das publicações específicas dos programas de pós-graduação. Segundo o pró-reitor da Propp Nalvo Franco esse investimento vai atender a uma nova demanda da Capes que vai considerar como ponto importante na avaliação dos programas para o próximo quadriênio, que leva em conta a divulgação das ações que impactam de forma positiva a sociedade.

“Esse foi o primeiro edital específico para os programas de pós-graduação. A iniciativa é muito importante para mostrar a contribuição da nossa pesquisa de maneira prática, destinada a um público específico. Ao mesmo tempo que fortalece os programas, fortalece também a Editora UFMS, que apresenta uma linha de publicação mais enxuta e  em um formato mais didático, como manual, guia ou apostila”, comenta a diretora da Agecom Rose Pinheiro.

Próximos passos – A diretora da Agecom orienta os coordenadores dos projetos aprovados que entrem em contato o quanto antes com a Agência pelo e-mail agecom@ufms.br para tratar de assuntos relacionados ao material que deve ser entregue. Também é necessário que os coordenadores enviem, até o dia 5, mensagem para o e-mail cpq.propp@ufms.br, anexando os dados pessoais e bancários do estudante bolsista dos projetos.

O resultado final das propostas aprovadas e as não aprovadas está disponível abaixo. O material deve ser enviado até o fim do mês de outubro para editoração. Outras informações estão disponíveis aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here