É importante conceituar Diabetes que nada mais é do que a incapacidade de usar os Carboidratos na gênese de energia e, dentre eles a glicose, como a mais eficiente fonte energética do organismo.

É bom lembrar que novembro tivemos o dia MUNDIAL DO DIABETES em homenagem a FREDERICK BANTING que com CHARLES BEST, na Universidade Canadense de Ontario, em 1920,  descobriram a INSULINA, mudando totalmente o curso fatal da doença.

1-        Qual é a importância na prevenção precoce do diagnóstico de diabetes na população?

É bom dizer que o diagnóstico precoce previne as complicações porque começa-se o tratamento. Como dissemos que diabetes é a incapacidade do organismo usar a glicose, ela aumenta no sangue acima de 100 mg/dl e passa a impregnar as células do corpo gerando inflamação principalmente nos vasos(artérias e veias) o que leva a entupimento com consequências desastrosas como Infarto agudo do miocárdio, AVC que é o derrame, insuficiência renal, vascular periférica, neuropatia autonômica e periférica com alterações do tubo digestivo, aparelho urinário e disfunção erétil e perifericamente com feridas que evoluem para gangrena e sepse(infecção generalizada). Diagnóstico precoce facilita tratamento e previne essas tragédias.

2-        Como a pandemia afeta o diagnóstico de diabetes?

a.         Na verdade não afeta o diagnóstico, o problema é que todo mundo só pensa em COVID 19 e isso faz fechar o raciocínio em cima da virose se esquecendo que há muitas outras doenças, e quando o idoso ou diabético se apresenta com diagnóstico da VIROSE, esquece-se que a infecção descompensa qualquer doença e concentra-se no coronavírus e o paciente morre de complicações cardiovasculares ou ainda outras infecções bacterianas. É preciso sensatez, experiência e perspicácia para não deixar passar outros diagnósticos.

3-        Pessoas com diabetes podem se prejudicar mais se forem infectados pelo novo coronavírus?

a.         Sem dúvida. A diabetes mellitus gera uma situação inflamatória sistêmica e isso facilita a implantação do quadro infeccioso. Ainda, a doença DM gera defesa e toda defesa aumenta a atividade do SRAA que trabalha com exposição dos receptores ECA 2 que é a porta de entrada da célula para o vírus e será facilitado pela glicosilação desse receptor no diabético facilitando o acoplamento do vírus e muito maior replicação viral.

4-        Como a atuação parlamentar tem contribuído para o combate ao diabetes?

a.         Na verdade diabetes é doença comportamental e consequente a desinformação.Temos hoje excesso de alimentos e estímulo ao sedentarismo, duas situações fundamentais para aumentar o diabetes que já ronda a prevalência de 20% nos indivíduos acima de 60 anos.

“Teremos um projeto de estímulo econômico para os cidadãos que se exercitarem reduzindo o peso e principalmente a gordura abdominal, redução do sal e controle da pressão arterial e atividade física. Oportunamente exporemos esse projeto”, finaliza o Deputado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here